Print Palestra

No momento que estamos vivendo, é impossível não sermos afetados pela morte, já que ela tem estado tão perto de cada um e de todos nós. Perdemos familiares, pessoas próximas, conhecidos, além de outras perdas simbólicas, mas significativas.

O luto é um processo de transição, adaptação, reorganização, elaboração diante da perda de algo que seja muito importante para nós. São perdas que não são apenas palpáveis, mas relevantes pelo seu significado. É um fenômeno universal e natural, pelo qual todos iremos passar em algum momento de nossa vida. Mas por mais que reconheçamos algumas reações esperadas, é sempre um processo muito particular.

Pensando em trazer esclarecimentos, conforto e ajuda aos servidores que estão passando por algum processo de luto, estamos disponibilizando uma palestra online sobre o tema, realizada por uma especialista. A fala da especialista inicia após as introduções, no minuto 6:57 do vídeo.

Para asssistir, clique aqui e repasse a quem você acha que pode se beneficiar!

Palestra “Processos de luto no contexto da pandemia de Covid-19”

Por: Hamanda Ferreira - Psicóloga - CRP: 22/02065 - Especialista em Residência Multiprofissional com Atenção em Oncologia; Especialista em Psicologia Hospitalar; Especialista em Avaliação Psicológica. Possui experiência com suporte psicológico ao luto, atualmente é Psicóloga parceira do Grupo Luto pela Vida do grupo Jardim da Paz

Link: https://www.youtube.com/watch?v=hGNBDUQRJCI

WhatsApp Image 2021 06 17 at 14.53.56

Na abertura do II Encontro Catarinense de Educação em Espaços de Privação de Liberdade, nesta quarta-feira (16), o Secretário da SAP, Leandro Lima, disse que o ensino, junto com o trabalho, são pilares fundamentais para a reabilitação social e econômica dos internos. O Leandro Lima destacou que o sistema prisional catarinense tem atualmente 10.534 internos em atividades escolares. Desse total, 3.850 estão matriculados no ensino formal e outros 6.684 no Programa Despertar pela Leitura.
Nesta segunda edição o foco do evento foi os desafios impostos pela pandemia, refletindo sobre as ações realizadas no período e sobre os dados oficiais relacionados aos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no sistema prisional e socioeducativo,além de promover uma troca de experiências sobre iniciativas exitosas.
Para a Gerente de e Desenvolvimento Educacional do Deap, Josiane Melo o evento é um importante espaço para reflexão. “É um momento enriquecedor pois investir em educação é investir numa sociedade mais justa”,
Realizado de forma virtual, o II Encontro terminou nesta quinta-feira (17) e teve a participação de pesquisadores, gestores, agentes e professores que atuam nas unidades prisionais de Santa Catarina. Idealizado pelo Câmpus Criciúma do IFSC, o evento contou com a articulação da coordenadoria do Proeja na Diretoria de Ensino do IFSC, Câmpus Canoinhas e pelas secretarias estaduais de Educação (SED) e Administração Prisional e Socioeducativa (SAP).

LERIANO MORTE

A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) e o Departamento de Administração Prisional (Deap) informam, com pesar, o falecimento do Policial Penal Leriano Antônio Honório de Souza, ocorrido nesta segunda-feira (15), em São Bento do Sul. Natural de Mafra, Leriano tinha 46 anos e foi vítima de infarto. Ele atuava no Presídio Regional de Joinville.

Desejamos força à família, aos amigos e colegas de trabalho neste momento de dor. Que Deus conforte o coração de todos.

sc mais renda 20210610 1852196440

Com a aprovação em plenário por unanimidade pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) nesta quarta-feira, 9, o Governo do Estado dá mais um passo na implementação do SC Mais Renda. Nesta quinta-feira, 10, inicia o cadastramento de profissionais que perderam o vínculo formal de emprego durante a pandemia para receber o auxílio emergencial. O projeto irá beneficiar trabalhadores dos setores de alimentação, hospedagem, eventos, artes cênicas, turismo e transporte público, além de pessoas em situação de vulnerabilidade social. A expectativa é que 67 mil famílias sejam beneficiadas em Santa Catarina. Todas as informações para cadastramento estarão disponíveis a partir desta quinta. 

“O SC Mais Renda é o auxílio emergencial do Governo do Estado que vai trazer mais dignidade aos catarinenses que perderam renda durante a pandemia. Queremos agilizar o apoio financeiro às famílias e atender aqueles que mais precisam neste momento”, afirma o governador Carlos Moisés, idealizador do SC Mais Renda. O benefício, no valor de R$ 900, será pago em três parcelas mensais de R$ 300.

O secretário do Desenvolvimento Social, Claudinei Marques e o adjunto Daniel Netto Cândido, acompanharam a votação na Assembleia Legislativa. “Esse foi um grande gesto de solidariedade do Governo do Estado para com aqueles que mais necessitam. Um dia muito especial. Estão de parabéns todos os parlamentares”, relatou o secretário Claudinei Marques.

O líder de Governo, deputado José Milton Scheffer, destacou a tramitação, que foi rápida e agradeceu todos os deputados. “Um projeto da mais alta importância, porque vai levar qualidade de vida e condições as pessoas que nesse momento estão passando por dificuldade”.

O secretário adjunto Daniel Netto Cândido informou que após a aprovação do cadastro junto à Secretaria de Desenvolvimento Social, serão distribuídos cartões magnéticos aos beneficiários.

“Queremos que a utilização ocorra da melhor maneira possível para o beneficiário, sem transtornos para quem já sofreu tanto com essa pandemia. Os cartões devem ser entregues com segurança e rapidez, amenizando o sofrimento de milhares de catarinenses”, explicou.Após a aprovação do cadastro junto à Secretaria de Desenvolvimento Social, serão distribuídos cartões magnéticos aos beneficiários. Com ele, será possível usar o cartão em locais como supermercados, mercearias, padarias, quitandas, açougues, farmácias, restaurantes, papelarias, livrarias e até em postos de combustíveis. Não há possibilidade de sacar o valor. O pagamento da primeira parcela está previsto para o fim de julho.

Famílias beneficiadas

Podem ser contempladas famílias registradas no Cadastro Único (CadÚnico) e do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que não receberam nenhum auxílio do Governo Federal, além de pessoas desempregadas nos setores ligados à alimentação, alojamento, promoções, eventos e turismo. Além desses grupos, o Governo do Estado incluiu no pacote pessoas que trabalhavam no transporte coletivo e que perderam seus empregos.

“O Governo catarinense já disponibilizou linhas de crédito, programas de incentivo e outros subsídios para fortalecer a economia do Estado e, agora, está fazendo um aporte de R$ 60 milhões para atender essas pessoas que perderam os empregos e em situação de vulnerabilidade social”, enfatiza a secretária adjunta da SEF, Michele Roncalio.

O SC Mais Renda é uma iniciativa do Governo do Estado de Santa Catarina operacionalizado pelas Secretarias de Estado do Desenvolvimento Social (SDS) e Fazenda (SEF), com apoio das Secretarias de Estado da Administração (SEA), Casa Civil, Controladoria Geral do Estado (CGE), Secretaria Executiva de Comunicação (SEC), CIASC e administrações municipais.