recapturas2
Após nova conferência, o Departamento de Polícia (DPP) fez uma atualização das informações. Os dados oficiais são os seguintes:
12 fugas (08 do presídio e 04 da Penitenciária) dos quais:
07 recapturados
05 foragidos
759 transferidos, sem incidentes

Balanço transferências

Atualizado ás 19:15.

A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) informa que ao longo desta quinta-feira (05) deu prosseguimento às ações para mitigar o impacto da chuva que afetou fortemente o município de Tubarão, onde está localizado o Presídio e a Penitenciária, estruturas que compõem o sistema prisional catarinense.

Até o momento (18h30), das 759 transferências previstas, 609 já foram realizadas pelo Departamento de Polícia Penal (DPP) e, as 150 restantes, serão efetivadas nas próximas horas. Os internos que ocupavam as duas unidades prisionais de Tubarão foram realocados em 14 unidades prisionais. Houve reforço na alimentação, nos kits de higiene, de roupas e de colchões nas estruturas que receberam os apenados.

Durante a contagem dos internos foi identificado que 13 apenados se evadiram, dos quais 07 foram recapturados e outros 06 permanecem foragidos. A Polícia Penal, com apoio das demais forças de segurança, trabalha para recapturar os foragidos.

LOGO DPP SF5x7notaoficial
A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) informa que está tomando uma série de providências a fim de garantir a segurança dos internos do Presídio e da Penitenciária de Tubarão, em função da inundação das duas estruturas registradas na noite passada.

Ao todo são 759 apenados que estão sendo realocados em 14 unidades prisionais do estado. Neste momento está sendo feito a conferência e a contagem dos internos para proceder a transferência. Os internos que tiveram lesões já receberam atendimento de saúde. Os adolescentes que estavam no Casep de Tubarão já foram transferidos para o Case de São José.

De acordo com o Secretário da SAP, Edemir Alexandre Camargo Neto, assim que a transferência for concluída, os familiares serão informados sobre o local e forma de comunicação com os apenados. “Importante destacar que já houve reforço da alimentação, de roupas e também foram enviados colchões para as referidas unidades”, assegurou o titular da SAP. Edemir Alexandre Camargo Neto destacou ainda que será necessária uma avaliação da estrutura das duas edificações, para identificar danos e prejuízos, após as águas baixarem.

Para atender essa situação de crise, o Departamento de Polícia Penal (DPP) mobilizou policiais penais de todo o estado que prontamente se deslocaram para região de Tubarão, bem como agentes de segurança socioeducativos.

A SAP também faz um agradecimento público à Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros Militar, toda a estrutura da Prefeitura de Tubarão e aos Jipeiros da região que não mediram esforços para auxiliar a SAP neste momento que exigiu a tomada de decisões rápidas e assertivas.

Além de integrar o Comitê de Crise da Prefeitura de Tubarão, a SAP também montou uma Sala de Situação em Chapecó e está em contato direto com o Grupo de Ações Coordenadas (GRAC) da Defesa Civil.

Em breve, novas atualizações
LOGO DPP SF5x7notaoficialA Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) informa que os internos do Presídio Masculino de Tubarão, da Penitenciária e do Casep estão abrigados em local seguro. Durante a noite, em função da elevação do nível do Rio Tubarão, o DPP e o Dease removeram os internos para áreas seguras, bem como foi providenciado colchões, roupas e alimentação para todos.

Em breve, novas informações