WhatsApp Image 2021 06 21 at 18.27.41

A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) e o Departamento de Administração Prisional comunicam, com pesar, o falecimento do Policial Penal, Alex Silveira Rodrigues, ocorrido no dia 19/06. Natural de Florianópolis, Alex tinha 39 anos e veio a óbito em decorrência de complicações causadas por insuficiência hepática, no Hospital Regional de São José. Ele estava lotado na Colônia Penal Agrícola, em Palhoça.
Neste momento de dor, desejamos força aos familiares, amigos e colegas de trabalho.

CHAPECO textil 6

A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) está com dois Editais de Chamamento Público abertos para ampliar a oferta de vagas de trabalho para internos de unidades prisionais catarinenses nas regiões Sul e Grande Florianópolis.
No Sul, os espaços ofertados para a instalação de empresas que vão gerar vagas de trabalho para os apenados são na Penitenciária Sul, em Criciúma, e na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Imbituba. Para participar as empresas interessadas poderão enviar suas propostas até o dia 30 de junho, de acordo com os itens previstos no edital. E expectativa é gerar cerca de 200 vagas de trabalho para os apenados. Acesse o edital aqui.


Na Grande Florianópolis, o edital de Chamamento Público contempla Presídio Masculino De Florianópolis, Presídio Feminino de Florianópolis, Penitenciária de Florianópolis e Colônia Penal Agrícola de Palhoça. Empresas interessadas em instalar oficinas nas unidades poderão encaminhar propostas até o dia 17 de julho. A previsão é que sejam abertas cerca de 300 vagas de trabalho. Acesse o edital aqui.

Print Palestra

No momento que estamos vivendo, é impossível não sermos afetados pela morte, já que ela tem estado tão perto de cada um e de todos nós. Perdemos familiares, pessoas próximas, conhecidos, além de outras perdas simbólicas, mas significativas.

O luto é um processo de transição, adaptação, reorganização, elaboração diante da perda de algo que seja muito importante para nós. São perdas que não são apenas palpáveis, mas relevantes pelo seu significado. É um fenômeno universal e natural, pelo qual todos iremos passar em algum momento de nossa vida. Mas por mais que reconheçamos algumas reações esperadas, é sempre um processo muito particular.

Pensando em trazer esclarecimentos, conforto e ajuda aos servidores que estão passando por algum processo de luto, estamos disponibilizando uma palestra online sobre o tema, realizada por uma especialista. A fala da especialista inicia após as introduções, no minuto 6:57 do vídeo.

Para asssistir, clique aqui e repasse a quem você acha que pode se beneficiar!

Palestra “Processos de luto no contexto da pandemia de Covid-19”

Por: Hamanda Ferreira - Psicóloga - CRP: 22/02065 - Especialista em Residência Multiprofissional com Atenção em Oncologia; Especialista em Psicologia Hospitalar; Especialista em Avaliação Psicológica. Possui experiência com suporte psicológico ao luto, atualmente é Psicóloga parceira do Grupo Luto pela Vida do grupo Jardim da Paz

Link: https://www.youtube.com/watch?v=hGNBDUQRJCI

WhatsApp Image 2021 06 17 at 14.53.56

Na abertura do II Encontro Catarinense de Educação em Espaços de Privação de Liberdade, nesta quarta-feira (16), o Secretário da SAP, Leandro Lima, disse que o ensino, junto com o trabalho, são pilares fundamentais para a reabilitação social e econômica dos internos. O Leandro Lima destacou que o sistema prisional catarinense tem atualmente 10.534 internos em atividades escolares. Desse total, 3.850 estão matriculados no ensino formal e outros 6.684 no Programa Despertar pela Leitura.
Nesta segunda edição o foco do evento foi os desafios impostos pela pandemia, refletindo sobre as ações realizadas no período e sobre os dados oficiais relacionados aos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no sistema prisional e socioeducativo,além de promover uma troca de experiências sobre iniciativas exitosas.
Para a Gerente de e Desenvolvimento Educacional do Deap, Josiane Melo o evento é um importante espaço para reflexão. “É um momento enriquecedor pois investir em educação é investir numa sociedade mais justa”,
Realizado de forma virtual, o II Encontro terminou nesta quinta-feira (17) e teve a participação de pesquisadores, gestores, agentes e professores que atuam nas unidades prisionais de Santa Catarina. Idealizado pelo Câmpus Criciúma do IFSC, o evento contou com a articulação da coordenadoria do Proeja na Diretoria de Ensino do IFSC, Câmpus Canoinhas e pelas secretarias estaduais de Educação (SED) e Administração Prisional e Socioeducativa (SAP).