WhatsApp Image 2021 05 26 at 15.46.30

O governador Carlos Moisés e o secretário de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP), Leandro Lima, anunciaram que nesta quinta-feira (27) começa a vacinação contra a Covid-19 para todos os profissionais que atuam no sistema prisional e socioeducativo, incluindo as unidades e sedes administrativas. A autorização foi confirmada na manhã desta quarta-feira (26) pelo Secretário da Saúde, André da Motta Ribeiro.
Os servidores deverão observar os locais e horários de vacinação de acordo com as regras dos municípios onde estão lotados em suas funções. Para receber a imunização, o servidor deve procurar o local de imunização na cidade onde está atuando com documento comprovando o vínculo. “É importante a adesão de todos neste momento crucial. Apenas a vacina será capaz de conter o avanço da pandemia”, observou o secretário da SAP .
A vacinação de apenados e adolescentes em conflito com a lei, que não se enquadraram anteriormente nos critérios de idade e comorbidades, também começa nesta quinta-feira (27), de acordo com o que estabelece Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

WhatsApp Image 2021 05 24 at 17.27.28

O Agente de Segurança Socioeducativa, João Victor Bernardes, entregou nesta segunda-feira (24), ao Secretário Leandro Lima, uma cópia da sua Dissertação de Mestrado, recém-concluído no Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Ciência Política, da UFSC.

No estudo, João Victor explorou o tema “A ressocialização de reeducando em Santa Catarina: a percepção dos agentes penitenciários catarinenses”.
Também participaram da reunião, o Secretário Adjunto, Edemir Alexandre Camargo Neto e a Gerente de Apoio Sociopedagógico e saúde do Dease, Simone Rocha da Silva.

O trabalho está disponível no link: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/222091

WhatsApp Image 2021 05 20 at 16.59.51

O Projeto Esculpindo a Liberdade, desenvolvido no Presídio Masculino de Tubarão acaba de receber R$ 15.098,00. O recurso que chega por meio do Conselho da Comunidade, da Juíza da Vara de Execuções Penais Liene Francisco Guedes e do MPSC de Tubarão será investido na aquisição de materiais de construção e ferramentas para serem usadas na marcenaria.
Fomentar o trabalho, a capacitação profissional e melhorar a escolarização são os pilares fundamentais da SAP para a reabilitação social e econômica dos internos.
Parabéns equipe do Presídio Masculino de Tubarão!
Se juntos somos mais fortes, articulados seremos imbatíveis!

Banner do evento

Os desafios da educação no sistema prisional em tempos de pandemia serão discutidos na segunda edição do Encontro Catarinense de Educação em Espaços de Privação de Liberdade. O evento será realizado de forma virtual nos dias 16 e 17 de junho, com a participação de pesquisadores, gestores, agentes e professores que atuam em penitenciárias de Santa Catarina.

O encontro é idealizado pelo Câmpus Criciúma e conta também com a articulação da coordenadoria do Proeja na Diretoria de Ensino do IFSC, Câmpus Canoinhas e pelas secretarias estaduais de Educação (SED) e Administração Prisional e Socioeducativa (SAP).

Realizado pela primeira vez em 2019, no Câmpus Criciúma, o encontro busca refletir sobre as práticas educacionais voltadas à ressocialização de homens e mulheres privados de liberdade. A segunda edição do evento se debruça sobre os desafios impostos pela pandemia, refletindo sobre as ações realizadas no período e sobre os dados oficiais relacionados aos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no sistema prisional e socioeducativo, além de promover uma troca de experiências sobre iniciativas exitosas.

O encontro acontece nas tardes de 16 e 17 de junho, sempre a partir das 13h30. A transmissão será realizada no Facebook do Câmpus Criciúma e no canal do IFSC no YouTube.

Após a abertura oficial, que contará com a participação de representantes do IFSC e das secretarias estaduais de Educação e de Administração Prisional, haverá uma palestra do professor da UFF Elionaldo Fernandes Julião, pesquisador na área de educação de jovens e adultos privados de liberdade. Serão realizados dois painéis com pesquisadores e profissionais de educação que atuam no sistema penitenciário. A programação contará também com apresentações culturais de grupos formados por pessoas em privação de liberdade, e se encerra com o lançamento de dois livros escritos por mulheres enquanto cumpriam pena na Penitenciária Feminina de Criciúma.

Inscrições

As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser feitas pela plataforma Even3 a partir do dia 20 de maio até o dia do evento. O encontro é aberto para professores, agentes de segurança, acadêmicos e comunidade em geral. 

Confira a programação

16 de junho
13h30: Abertura
14h: Palestra com Elionaldo Fernandes Julião: “Educação de jovens e adultos privados de liberdade: uma análise das políticas de educação”
15h: Mesa redonda: “Educação para privados de liberdade em tempos de pandemia”
16h30: Apresentação cultural

17 de junho
13h30: Apresentação cultural
14h: Mesa redonda: “Experiências de práticas pedagógicas em espaços de privação de liberdade no contexto da pandemia da Covid-19”
16h: Lançamento dos livros “Apesar de tudo” (Viviane Lima) e “Tudo por hoje” (M. A.)
16h30: Encerramento