WhatsApp Image 2021 06 17 at 14.53.56

Na abertura do II Encontro Catarinense de Educação em Espaços de Privação de Liberdade, nesta quarta-feira (16), o Secretário da SAP, Leandro Lima, disse que o ensino, junto com o trabalho, são pilares fundamentais para a reabilitação social e econômica dos internos. O Leandro Lima destacou que o sistema prisional catarinense tem atualmente 10.534 internos em atividades escolares. Desse total, 3.850 estão matriculados no ensino formal e outros 6.684 no Programa Despertar pela Leitura.
Nesta segunda edição o foco do evento foi os desafios impostos pela pandemia, refletindo sobre as ações realizadas no período e sobre os dados oficiais relacionados aos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no sistema prisional e socioeducativo,além de promover uma troca de experiências sobre iniciativas exitosas.
Para a Gerente de e Desenvolvimento Educacional do Deap, Josiane Melo o evento é um importante espaço para reflexão. “É um momento enriquecedor pois investir em educação é investir numa sociedade mais justa”,
Realizado de forma virtual, o II Encontro terminou nesta quinta-feira (17) e teve a participação de pesquisadores, gestores, agentes e professores que atuam nas unidades prisionais de Santa Catarina. Idealizado pelo Câmpus Criciúma do IFSC, o evento contou com a articulação da coordenadoria do Proeja na Diretoria de Ensino do IFSC, Câmpus Canoinhas e pelas secretarias estaduais de Educação (SED) e Administração Prisional e Socioeducativa (SAP).