PEN INDUSTRIAL DE BLUMENAU

A SAP promoveu na quinta-feira (25) o Dia D, uma grande ação de sanitização e de higienização para fortalecer a muralha sanitária criada em torno das unidades prisionais e socioeducativas de Santa Catarina. Ao todo foram 76 unidades sendo 51 ligadas ao Deap e outras 25 ao Dease.

De acordo com o Secretário de Administração Prisional e Socioeducativa, Leandro Lima, o Dia D foi uma ação para reforçar a importância da higienização a fim de evitar a propagação do Coronavírus. “As unidades estão realizando um trabalho excepcional, mas estamos fazendo esse reforço porque, neste momento, as ações individuais são fundamentais para a coletividade”, disse Leandro Lima.

Para que todas as unidades tivessem um padrão de sanitização, a SAP criou um Manual de Desinfecção, elaborado a partir das orientações da Vigilância Sanitária e das necessidades e características do ambiente prisional e socioeducativo. “Os produtos precisam estar na dosagem certa que tenham eficácia”, observou Lima.

Além da normatização da limpeza das áreas internas e de circulação, as equipes das unidades também estão aprimorando a higienização de equipamentos de uso compartilhado como algemas, viaturas, material bélico, entre outros.

O conceito de muralha sanitária compreende também todas as medidas restritivas implantadas durante a pandemia nas unidades prisionais e socioeducativas. A suspensão das visitas, das aulas, do trabalho, do recebimento de cartas está sendo fundamental para minimizar os riscos de contágio. Para que os internos possam manter os laços familiares foi implantada a visita virtual e as cartas foram substituídas por e-mails. Os atendimentos dos advogados estão sendo feito por meio de parlatório e as audiências também são meio virtual, assegurando assim os direitos dos internos.

SEDE DEASE diad

UPA CAMPOS NOVOS diadPresídio Feminino da Capital diad