O Especialista em Segurança Cidadã, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Rodrigo Serrano-Berthet, visitou a Penitenciária da Região de Curitibanos, nesta quarta-feira (11), em São Cristóvão do Sul. Acompanhado pelo Secretário de Administração Prisional e Socioeducativa, Leandro Lima, Serrano-Berthet veio conhecer a bem-sucedida experiência da unidade localizada na serra catarinense. “Eu nunca tinha visto uma unidade com 100% dos presos trabalhando. Tive uma ótima impressão e gostaria de parabenizar o estado e a toda equipe da SAP. Fiquei muito bem surpreendido. Eu trabalho em toda a América Latina e já visitei muitas unidades em outros países e no Brasil. A Penitenciária de visitamos hoje é das melhores que já conheci”, disse o representante do BID.

Serrano-Berthet destacou a importância não só de ocupar o tempo das pessoas privadas de liberdade. “Não é só oferecer trabalho, mas oferecer trabalho qualificado, que exige treinamento de até seis meses para fazer o serviço bem feito, observou, destacando que desta forma apenado, quando ganha a liberdade, aumenta as chances de manter-se trabalhando.

O especialista do BID assinalou ainda a importância de manter os internos da unidade ocupados com uma programação diária que contempla atividade laboral e de ensino. “Isso contribui para manter a ordem na unidade.” Serrano-Berthet destacou a organização dos espaços na unidade, como áreas verdes, que contribuem para a manutenção de um ambiente tranquilo.

“Gostei do que vi porque as pessoas privadas de liberdade estão cumprindo a sua pena e, ao mesmo tempo, tendo a chance de repensar sua vida, desenvolver outras habilidades e sair melhor da prisão.

Para o titular da SAP, a visita do especialista em segurança cidadão do BID mostra que Santa Catarina está no caminho certo. “Mais do que uma estratégia de segurança prisional, a atividade laboral dá dignidade ao apenado”, concluiu Leandro Lima.

O Gerente Regional da Região Serrana e Meio Oeste catarinense, Vladecir dos Santos disse que é importante dar visibilidade ao trabalho que a equipe da Penitenciária da Região de Curitibanos está desenvolvendo. “Receber retorno positivo de um representante do BID, que conhece muitas experiências no setor, pode atrair novos investimentos e empresas para atuar nas unidades. É recompensador saber que estamos contribuindo e criando uma nova realidade para o sistema prisional brasileiro”


Também acompanharam a visita o Secretário Adjunto da SAP, Edemir Alexandre Camargo Neto e o Diretor do Deap, Deiveison Querino Batista.