WhatsApp Image 2019 10 17 at 18.29.49

A parceria entre o IGP (Instituto Geral de Perícias) e o Deap (Departamento de Administração Prisional) está realizando a coleta de material de identificação genética de apenados em todo o estado de Santa Catarina. Na terça-feira (16), o trabalho ocorreu na Penitenciária Sul, em Criciúma. Na unidade foram coletados 144 perfis para a inserção no Banco de Perfis Genéticos, base de dados nacional que ajuda a solução de crimes por meio do comparativo de perfis. Já nesta quarta-feira (17), foi a vez da UPA de São Francisco do Sul (Unidade Prisional Avançada) realizar a coleta.

O perfil genético de todos os internos condenados por crimes hediondos está sendo coletado nas unidades. O IGP foi responsável pela capacitação de servidores do plantão, administrativo, chefia de segurança e gestão da unidade para a coleta do material.

Da região norte, a UPA de São Francisco foi a primeira a realizar a coleta. A meta estipulada para 2019 foi de 1100 perfis para o banco nacional. Até o momento, com essas duas novas unidades, os servidores coletaram 936 perfis.

igpdeapparceriasite

sfscoletaigpmaterail